Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

2º SONETO À MINHA SENHORA

QUANDO O TEMPO FOR INSIGNIFICANTE

TERRA DAS POESIAS PERDIDAS

CONTANDO

LIVRE COMO UM ABRAÇO AO AR

E AÍ, MIGUEL?

FALANDO DO QUE GOSTO

IRRISÓRIO

SIMPLESMENTE POESIA

CARNAUBAIS

SONETO DA BLASFEMA POESIA

PRIMEIRO SONETO À MINHA SENHORA

PATATIVA DO ASSARÉ

PANDORA

ÀS VEZES