CAMALEÔNICO

Rasguei minha pele
Procurando outra
De esperança
Camaleônica
Que supus
Estivesse escondida
Bem atrás da pedra
Que se superpunha
à
TEMPORALIDADE
De atos ingênuos
E de metamorfoses diárias

A pedra sou o que sou agora!

Comentários

Postagens mais visitadas